terça-feira, 14 de julho de 2015

O que ficou...

“... O pra sempre, sempre acaba. Mas nada vai conseguir mudar o que ficou ...” Certamente a frase dessa música expressa alguns dos meus sentimentos neste momento.  Foram 161 dias longe de casa, dos familiares, dos amigos, do trabalho, do dia-a-dia, da minha cidade. Foram adicionados 2 continentes pro diário, 6 Países visitados, 21 cidades, muitas amizades construídas, vários momentos inesquecíveis, festas, bebidas, viagens, estudos, conflitos, comidas típicas e atípicas (entenda Mc Donalds), muitas experiências, desde dormir na rua com mendigos, bandidos e insanos, até dormir nas areias do deserto do Sahara. Muitos desafios que nunca imaginei superar e outros que nunca pensei me entregar. Me mostrei muito mais forte do que sonhei e em alguns momentos muito mais fraco do que imaginei. Muitos não acreditaram que eu conseguiria, muitos duvidaram e outros ficaram com medo, talvez nem eu tenha acreditado em mim, mas eu arrisquei. Enfim, momentos inesquecíveis, muitos sonhos realizados (destaco os mais difíceis) e muitas histórias para contar para as minhas próximas gerações. Medo, frio, fome, calor, suor, artimanhas, filas, voos perdidos, superações, bacalhau, batatas, gellatos, pizzas, cinco idiomas diferentes, muitas gírias incorporadas, muitas amizades duradouras, outras apenas momentâneas, tudo isso basicamente, resumem esses quase seis meses na Europa. Mas acabou, assim como tudo na vida passa, chegou a hora de dizer adeus e o que restarão são as lembranças que se eternizarão dentro da minha memória. Me sinto mais do que satisfeito, me sinto realizado e com a mente aberta para novos sonhos e novas aventuras. Eu li em algum lugar sobre uma teoria, uma teoria sobre momentos, momentos de impacto, assim como os átomos, que estão em constante reação colidindo uns nos outros. Esses momentos são como flashes de realidade que nos reviram e acabam definindo quem nós somos. O fato é que cada um de nós somos a soma dos momentos que já tivemos e de todas as pessoas que conhecemos ou que cruzamos, e são essas colisões, esses encontros e desencontros que traçam o nosso destino e se tornam a nossa história. Aprendi muito com as minhas viagens, aprendi a me equilibrar nos extremos, aprendi a ter calma, paciência e aprendi a dar valor para as coisas mais simples através dos olhos de uma criança.
Não importa onde uma viagem te leve, mas sim o que ela faz de você e com você, as experiências vividas e aquilo que realmente foi aprendido e absorvido. Assim uma viagem serve, antes de mais nada, para encontrar o lugar dentro de cada um de nós, à encontrar aquilo que mais buscamos. Se me perguntarem qual foi a minha melhor viagem? Londres foi alto nível, primeiro mundo, muito grandioso. Paris muito romântica, um ar mais agradável e elegante. Itália simplesmente sensacional, fabulosa, monumental, bela, alegre e divertida. Marrocos, certamente foi uma das viagens mais doidas, culturalmente, espiritualmente e visualmente, foi mágico, diferente e real, mas certamente essas não seriam a minha resposta.  Responderia: será a próxima! Porque sou um sonhador, sou um viajante, estou em constante formação e mudança, amadurecendo a cada encontro, a cada colisão, a cada lugar conhecido e aquilo que me move é intenso o suficiente para me fazer ir além.
A todos aqueles que me apoiaram nessa decisão, principalmente Mãe e Pai e parentes, a todos aqueles que sentiram minha falta, seja em casa, nas festas, na aula, no trabalho, na convivência, a todos os novos amigos formados, em cada lugar que eu estive, a todos que estiveram do meu lado não me deixando sentir sozinho, a todos aqueles que estiveram comigo em pensamentos e orações por onde quer que eu estivesse um MUITO OBRIGADO ETERNO  E DE CORAÇÃO. Deixo as portas da minha casa aberta para aqueles que desejarem me visitar ou que estiverem passando  pelo litoral sul Brasileiro e lembrarem de mim.


Goodbye, Hasta la próxima, Au revoir, Ciao, Adeusinho, وداعا. Até a próxima...

2 comentários:

  1. Meu orgulho!! Que nunca lhe falte incentivo e motivação para ir em busca de seus sonhos. Ainda viverás muitos momentos inesquecíveis e terás muito pra escrever. Te amo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Amore mio, obrigado pelas palavras e pelo apoio. Obrigado por também estar junto nessa e por ser minha inspiração. Te amo

      Excluir